Monday, July 05, 2010

First stop: SP

Não sou paulista e nunca morei em São Paulo. Essa cidade, para mim, sempre foi sinônimo de passeio, curso ou compras. As duas últimas semanas que passei aqui foram diferentes. Não vim a trabalho, nem a passeio. Estou aqui tendo o que seria, mais ou menos, uma rotina diária. Cheguei com um medo danado da volência, parecia uma gringa mesmo. Depois fui me acostumando com o ritmo das coisas e hoje saio de casa sem medo.

O enjoo da gravidez fingiu que ia sumir, mas voltou de vez. E com vontade. E vem alternado com ondas de fome fortíssimas. Meu Deus, quanta contradição. Então, quando dá, vamos explorar o que essa cidade tem de gostoso. A carne do Varanda junto com aquela farofinaha de ovo sensacional me deixa de água na boca só de pensar, o bacalhau e o arroz de mariscos do A Bela Sintra são fenomenais, o churrasco da tradicional Barbacoa, hum!!! E os docinhos do Amor em Pedaços? As frutinhas doces e picadas no café da manhã, os sucos de frutos feitinhos na hora, os pães de queijo quentinhos... Ah, tudo isso me faz sentir uma falta danada desse Brasil.

Em compensação, quando vou ao Shopping Iguatemi e encontro todas aquelas madames da minah idade, escovadas, maqueadas e com babás de branco a tiracolo, junto com seus bebês em Bugaboos e Quinnys, não tenho vontade de vir pra cá, não. Aí me lembro do anonimato de NY, da simplicidade de muitos ricos, que não deixam transparecer seus saldos bancários e nos surpreendem com sua personalidade.

Ainda faltam: Vitória - ES, Rio e Brasília nessa nossa viagem ao Brasil. Conto tudo depois.

9 comments:

Paty said...

ju, amo o varanda, e conheco bem esta farofa!!! Antiquarius tambem tem uma comida maravilhosa! Alias, SP tambem e otimo para comer.... onde voce esta? Meu apt e perto do Varanda, na Vila Nova....
bjs saudades

Fernanda said...
This comment has been removed by the author.
Fernanda said...

Minha saudade mesmo eh de: sushi e sake de jabuticaba do Jam; pastel de feira do Pacaembu; suco de abacaxi com hortela; picanha na chapa e shimeji na manteiga do posto 66. Passear na V. Madalena e acabar com um docinho no Deli Paris. YUUUUm.

Noa tenhoa MINIMA saudade da paranoia ou das babas acompanhando todas as minahs amigas ateh pra tomar sorvete com os filhos. WTF?

JULIANA said...

poxa, fiquei um tempo sumida dos blogs e me deparei com 2 noticias maravilhosas!!!
Primeiro acho que nosso café aqui no Rio tem grandes chances de rolar né?
e depois mil vezes parabéns!!!
que alegria outro bebezinho!

Camila said...

Ju,
As lembrancinhas da festa do Arthur foram um sucesso! Amigas tb me ligaram para comentar. Coloquei cada uma em um zip loc e levei na minha mala de mao. Valeu o cuidado. Chegaram intactas, como eu queria. Foram colocadas em 2 mesas cubo grandes, brancos, na saida do buffet. Ficaram simplesmente demais! Quando tiver fotos, te mando. Aproveite bastante suas ferias e parabens, de novo, pelo bebe! Um beijo, Camila.

Paty said...

como a Fer! Nao tenho saudade da paranoia, e nem de babas para tomar soverte com filhos... tenho saudade de bacalhau do antiquarios, pastelzinho do josephine. suquinho de tangerina.... hum.... !!! APROVEITA!!

aquiemnewyork said...

Juju, o anonimato eh priceless! Nestes momentos vemos como o brasileiro eh um ser arrogante!! Coma muito pao de queijo e aproveite toas as delicias que a terrinha oferece! beijos Ariana

isabela said...

Oi Juliana! Adorei seu blog! E vou postar no meu o último parágrafo do seu post (com crédito, claro) sobre as paulistanas do Iguatemi, em SP (eu sou de lá, mas moro em Londres). Na mesma época em que meu segundo sobrinho estava para nascer, trabalhei com uma mulher que também ia dar à luz. Ela disse, com a maior naturalidade, que além da babá, teria também uma enfermeira 24h, que levaria a nenê no seu quarto durante a noite para que fosse amamentada (ela não iria acordar), daria banho e trocaria. Ou seja, faria todo o trabalho "pesado". E ainda disse algo como: mas todas as minhas amigas tiveram enfermeira, não dá para ter filhos sem elas (custa 6 mil reais por mês). O leite dela secou no primeiro mês e, infelizmente, ela não tenha se dado conta do motivo. No fim, acho até triste. Um beijo para você!

Anonymous said...

Ju vc ta por aqui? pois é,muitas vezes sinto saudade do anonimato de Londres, dos ricos que não são vistos, da não ostentação de qualquer coisa que demonstre poder e riquesa como babás, joias mil, carrões e por aí vai. Bjos pra vc querida, feliz em saber do segundo BB.Bjos Isabella.