Monday, October 19, 2009

Desesperador

Existem sentimentos na vida que se acentuam quando a gente vira mãe. Sempre fui muito sensível e me tornei mais manteiga ainda depois que o Thomas nasceu. Pois ontem presenciei uma cena que me mostrou exatamente o como o meu coração ficou mais mole depois de ter virado mãe.

Estávamos passeando pela rua, eu, Grenfel e Thomas, quando passamos na frente de uma livraria. A fachada da livraria era toda de vidro e tinha uma pilastra atrás do vidro, a uns 20 cm de distância. Lá dentro, um menininho estava com a cara encostada no vidro, como se estivesse brincando de amassar o rosto na vitrine. A mãe falava no celular e a irmãzinha mais nova assistia a cena. Tudo parecia uma brincadeira, mas em questão de segundos vimos que o menininho colocou o rosto ali e ficou preso. O Grenfel largou tudo e entrou para ajudar a criança. Ele chorava desesperadamente (imagina a agonia de ter a sua cabeça presa entre um vidro e uma pilastra, num espaço tão pequeno que o seu nariz ficasse deformado?), o Grenfel puxou o rostinho dele e ele se soltou. Foi tudo muito rápido. A minha reação foi de querer abraçar o garotinho e dizer que tinha sido só um susto.

Durante uns 15 minutos as minhas pernas tremiam e o meu coração parecia que ia saltar pela boca. Fiquei imaginando quantas situações como essa eu ainda não passaria na minha vida, e o pior, com o meu próprio filho. Criança é levada, dá cada susto na gente. E o coração de mãe, ah, esse sofre.

4 comments:

Paty said...

e a mae falando no celular? que absurdo, coitado do menino! ainda bem que voces estavam la !!!! bj

Paloma, a mãe said...

Ufa, sempre passo mal ao ver crianças em sufoco. Ajo como se fosse mãe delas também. Quando a gente se torna mãe, é meio mãe do mundo, né?
Beijos

Anathalia said...

Ai, ai, eu já sou neurótica sem ser mãe, imagina quando eu for!

JULIANA said...

As vezes euacho que a gente "sobrevive" a infância né? Hoje passei o primeiro "aperto"com o Heitor. Em segundos ee escorregou da minha mão e caiu do balanço (que por sorte era MUITO baixo!) Imagina como eu fiquei?